fev 10

As Esferas Espirituais

esferasAs esferas espirituais são as diversas subdivisões vibratórias do Mundo dos Espíritos. Estão para a vida extra-física assim como os continentes e os países estão para o mundo físico. Os antigos já aceitavam a idéia da existência de muitos céus superpostos, de matéria sólida e transparente, formando esferas concêntricas e tendo a Terra por centro.

Essa idéia, que foi a de todas as teogonias, faziam do céu os diversos degraus da bem-aventurança; o último deles era abrigo da suprema felicidade. Segundo a opinião mais comum, havia sete céus e daí a expressão estar no sétimo céu, para exprimir perfeita felicidade. Os muçulmanos admitem nove céus, em cada um dos quais se aumenta a felicidade dos crentes. A teologia cristã reconhece três céus; é conforme esta crença que se diz que Paulo foi alçado ao terceiro céu.

A obra Kardequiana, pelo fato de ser muito mais de síntese do que de análise, ocupou-se pouco com o exame do Mundo dos Espíritos. Estudando as diversas obras do Codificador, notamos que os Espíritos foram muito econômicos em informações à respeito de seu mundo. Foi a partir de 1943, com o livro Nosso Lar, de autoria mediúnica do Espírito André Luiz, pelas mãos de Chico Xavier, que nós passamos a compreender, com maior profundidade, as regiões extra-físicas.

Sabemos hoje, que:

Pela necessidade de entrosamento do trabalho comum, instalam-se os departamentos administrativos de agremiações e fraternidades, cada um com seus respectivos órgãos direcionais; Em cada esfera, o solo tem consistência material, e acima se vê o céu e o sol.
O mundo dos Espíritos é subdividido em várias faixas vibratórias concêntricas, tendo a Terra como centro geométrico.
A atmosfera espiritual das diversas esferas será tanto mais pura e eterizada quanto mais afastadas da crosta elas estiverem.
Diversas cidadelas espirituais, postos de socorro, ou instituições hospitalares estão distribuídas nas diversas esferas, abrigando Espíritos em condições evolutivas semelhantes.
Os Espíritos de maior luminosidade habitarão, naturalmente, as esferas mais afastadas, embora tenham livre trânsito entre elas e com freqüência visitem as esferas inferiores em tarefas regenerativas e esclarecedoras.

O que são e aonde estão as As esferas Espirituais ou Colônias Espirituais?

O amor de Deus é gigante, sempre amparando-nos, jamais poderemos alegar ignorância e desproteção, pois em todos os lugares temos possibilidades de conhecimento. È lei da vida, quem mais tem, oferece ao que menos pode. Sempre iremos encontrar o apoio e o auxilio mútuo na beleza da vida.

O amor de Deus nos socorre sempre, somos amparados por forças que nos preservam, sempre o zelo, o cuidado em todas as formas do existir, como refere Edgard Armond Irmandade dos homens na paternidade de Deus. Na evolução através dos reinos da natureza as mônadas, ao penetrarem no reino humano, com o seu psiquismo em início de formação, unem–se formando comunidades mais ou menos numerosas, e para cada um desses agrupamentos existem espíritos protetores, na comunidade dos vegetais, dos animais, das tribos, dos estados, das nações.

Sempre o amparo do amor de Deus a nós.  Desta forma não poderíamos imaginar que na erraticidade estaríamos sem o devido cuidado. Os céus são salpicados de colônias espirituais que são refúgios de acolhida, hospitais, oficinas, escolas de todos nós, espíritos em evolução.

A grande obra “Nosso Lar”, pelo espírito André Luiz, psicografada por Francisco Cândido Xavier, traz ao nosso conhecimento informações sobre a criação da colônia espiritual Nosso Lar, localizada sobre a cidade do Rio de Janeiro, que fora idealizada por um grupo de espíritos portugueses desencarnados no Brasil no século XVI. Na primeira obra da série, o médico André Luiz relata suas experiências após a morte física, perambulando oito anos no umbral, região de sofrimento vizinha à Terra, e seu recolhimento nessa cidade.

Descreve sua perfeita organização socialista cristã:

O governador é o espírito mais bem devotado ao bem comum, seus diversos ministérios, da regeneração, do auxílio, da comunicação, do esclarecimento, da elevação e da união divina, congregam os habitantes no trabalho e a música é utilizada em todos os recantos da colônia. No livro “Tormentos da Obsessão”, de Manoel Philomeno de Miranda (espírito), psicografia de Divaldo Pereira Franco, encontramos o Sanatório Esperança, obra esta dirigida por Eurípedes Barsanulfo, dedicada à assistência de espíritos em necessidade.

Sobre a cidade de São Paulo há descrições da Casa de Dr. Bezerra de Menezes com vários pavilhões de socorro, instruções e refazimento. Há informes sobre a organização desta Casa desde 1950 trazidas por Edgard Armond, passamos a descrever o setor administrativo do conjunto:

1º Pavimento:

▬  Pela necessidade de entrosamento do trabalho comum, instalam-se os departamentos administrativos de agremiações e fraternidades, cada um com seus respectivos órgãos direcionais;

2º Pavimento:

▬  Neste encontram-se fichários dos freqüentadores das Casas materiais, para cada irmão encarnado que a busca faz-se uma ficha completa da qual constam as dificuldades a vencer e o auxílio que podem receber, faz-se à lei do carma. Há também neste pavimento fichas dos colaboradores encarnados ligados aos trabalhos da Casa;

3º Pavimento:

▬  È destinado a conferências evangélicas para assembléias de espíritos encarnados, previamente selecionados, e que assim no abandono do corpo físico durante o sono, privam com as entidades maiores, palestras agradáveis e instrutivas;

4º Pavimento:

▬  Localizam-se os mais variados centros de estudos psiquiátricos, não somente para os freqüentadores das Casas materiais, como também para trabalhos espirituais selecionados, que recebem o amparo, o estímulo e os esclarecimentos necessários ao prosseguimento de suas tarefas espirituais na Terra. Há outros prédios que circundam a sede do espaço, são todos de auxílio aos encarnados.

Faremos parte de uma colônia espiritual dessas proporções quando desencarnarmos?

Tudo está em nossas decisões.

Como vivemos?
Buscamos a paz?
Escolhemos o bem?

Se a resposta for positiva, ótimo!

O amor de Deus é gigante, sempre amparando-nos, jamais poderemos alegar ignorância e desproteção, pois em todos os lugares temos possibilidades de conhecimento e sempre socorridos por espíritos benfeitores em locais que nos permitam ampliar conhecimentos suavizando nossas dores.

Que possamos ter olhos de ver e ouvidos de ouvir, percebendo que seguimos sob tutela de espíritos de amor, fazendo parte, cada um de nós, de uma colônia espiritual, que se responsabiliza por nossa evolução. Recordemos que Jesus nos pede amor em todas as condições, pautemos nossas horas sob a tutela do amor e seremos felizes. André Luiz dá o nome de Umbral às três primeiras esferas, contadas a partir da crosta, e segundo este autor, a região umbralina é habitada por Espíritos que ainda necessitam reencarnarem no planeta Terra, comprometido que estão com vida neste orbe.

Sobre o umbral, André Luiz Nosso Lar dá o seguinte depoimento:

“É a zona obscura de quantos no mundo não se resolveram atravessar as portas dos deveres sagrados, demorando-se no vale da indecisão ou no pântano dos erros numerosos. Funciona como região de esgotamento de resíduos mentais. Pelo pensamento os homens encontram no Umbral os companheiros que afinam com as tendências de cada um. Cada Espírito permanece lá o tempo que se faça necessário.”

Informa também André Luiz que os Espíritos que estão nas esferas superiores podem transitar pelas esferas que lhes estão abaixo, mas os Espíritos que estão nas esferas inferiores não podem, sozinhos, passar para as superiores.

Fonte: http://www.forumespirita.net/

Link permanente para este artigo: http://www.casaluzdoamanha.com.br/home/as-esferas-espirituais/