fev 12

Intolerância Religiosa!? O dirigente espiritual Pedro diz:

umbanda_sem_preconceito

 

Pedro_3x4Pedro Scarabelo é médium atuante no amor e na caridade de Umbanda desde 1993, Atualmente é dirigente espiritual da Casa Luz do Amanhã na cidade do interior paulista São João da Boa Vista, Pedro vem cursando e repassando conhecimentos de Teologia de Umbanda para os médiuns da casa Luz do Amanhã e tem se preocupado muito com a Intolerância Religiosa e diz que o CONHECIMENTO é a chave para o esclarecimento.

Pedro diz:

A Casa Luz do Amanhã esta muito atenta na divulgação e na pratica dos fundamentos da Umbanda Sagrada, os membros estão se reciclando e estudando arduamente, pois o conhecimento é o melhor caminho para a pratica e divulgação correta da religião. A Umbanda é uma religião brasileira, fundada em 1908 por Zélio F. de Morais no Rio de Janeiro e tem fundamento, aqui no Brasil ela nasceu se desenvolveu e adquiriu maturidade e esta evoluindo com seu fundamento a cada dia.

Atualmente é praticada por brancos, negros, amarelos, mestiços, etc. Representando a pluralidade racial de nosso povo. O preconceito é uma das formas mais grotescas de discriminação que o homem é capaz de expor em sociedade. Há séculos que ele vem causando mal as pessoas atingidas, se manifestando através de diferenças raciais, socioeconômicas, físicas, culturais e religiosas. E a Umbanda sofre há muito tempo com isso. Porem os tempos são outros e o cenário cultural e religioso da umbanda vem criando força e estamos prestes a sair deste campo de preconceitos, pois cada dia mais as pessoas estão procurando conhecer e entender nossa religião, e cadas vez mais os terreiros estão se aprimorando seus conhecimento e exercitando à pratica correta da religião com seus fundamentos, dentro da verdadeira concepção de caridade e de amor ao próximo, isso aproxima os consulentes e gera o chamado marketing boca a boca positivo, que esta elevando a nossa religião e quebrando dogmas e mitos que não pertencem a sagrada Umbanda.

Vejo que muito do preconceito ainda existente no meio Umbandista infelizmente parte de nós, sacerdotes de Umbanda, quando não abrirmos nossos trabalhos a vista da população, nos fechando em mistérios em nossas práticas, o que não pertence a verdadeira Umbanda, não ministrando adequadamente a nossa doutrina de Amor ao Próximo, Fé, Caridade e, principalmente, não tendo cuidado e atenção na escolha e preparação de nossos médiuns e futuros sacerdotes, com isso, contribuímos para que nossa religião seja confundida com outras práticas que se apropriam do nome Umbanda, mais que não são Umbanda, já que a Umbanda só faz o BEM, e tem fundamento, qualquer coisa diferente disso NÃO É UMBANDA.
A sociedade julga o que vê, cabe a nós esclarecê-la para que não se confunda e saiba realmente o que é a Umbanda, por isso o conhecimento é de extrema importância, pois cada sacerdote deve ter um minimo de sabedoria dos verdadeiros fundamentos da Umbanda para esclarecer a sua comunidade, ter suas datas especiais com critério e fundamento, pois quando isso não ocorre corretamente, certamente gera uma confusão na mente de nossa sociedade, principalmente no que diz respeito no que é realmente a Umbanda.
Cabe a nós sacerdotes ministrar cultos sadios, voltados para o bem e os bons costumes, com práticas que elevem a espiritualidade daqueles que nos procuram, sanando suas dificuldades, auxiliando em seu desenvolvimento moral e espiritual. Acredite só assim, com o passar do tempo, nossa religião receberá o respeito, o reconhecimento e a admiração de nossa sociedade. Lembrando que a melhor colocação para a palavra Umbanda é: ” A manifestação dos espíritos para a prestação da Caridade”. E é como nos diz o Mestre Alexandre Cumino em suas aulas, Umbanda só faz o BEM, qualquer coisa diferente disso NÃO é Umbanda.

Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender; e, se podem aprender a odiar, podem ser ensinados a amar… “Nelson Mandela”

O QUE DIZ ALEXANDRE CUMINO SOBRE O PRECONCEITO:

UEC | Alexandre Cumino | Preconceito e Discriminação!

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.casaluzdoamanha.com.br/home/intolerancia-religiosa-o-dirigente-espiritual-pedro-diz/